poesia

(14) Poesia da Semana

Quantas notas a encobrir
A fraqueza do mais sábio
A chacina no consumir
O desejo de saciar
O café e o pão
Na mesa do jantar

Quantas portas para se abrir
A verdade que cobre as notas
Na rotina do descobrir
O cansaço te leva de volta

Pro trabalho que não
Nunca te satisfaz
Queria te contar
Da beleza do sacrifício
De alguém que quer te amar
Na medida do impossível

Pro trabalho que não
Nunca te satisfaz
Queria te contar
Da beleza do sacrifício
De alguém que quer te amar
Na medida do impossível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s