poesia

(34) Poesia da Semana

Sinto o ar essas ondas sem cor
Está vazia a cidade do amor
Sempre que esteve aqui você nunca pode perceber
A voz de um filho teu

Se você sente dor eu sinto também
O sal sente falta do doce que tem
Um livro de amor podemos errar
Mas nunca podemos sequer apagar

Na cidade do amor trilhamos sozinhos
Para no final se encontrar
Uma voz diz por favor retira os espinhos
Pra poderem se abraçar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s