Entreterimento

Ouça a música nova “Almântra”! Iremos preparar uma versão oficial da música, esta música também está disponível no SoundCloud para download.

 

Letra – Almântra

Se um dia a lua for para a floresta
Videntes vão saber

Na cálidosa lembrança do passado
Gigantes vão morrer

Não haja dor no que irá de ser
Não haja amor no que não é

Você disse até mais
Luz da lua até mais
Chorando fica feliz
Agora estou tão triste
Ela sorrindo até mais

Se a noite brilhar algum poema
Os sábios vão sofrer

Luz solar diga para alguma estrela
Sei que ela vai saber

Ela vai saber
Ela vai saber
Ela vai saber
Ela sorrindo até mais
Ela vai saber
Ela vai saber
Ela vai saber
Ela sorrindo até mais
Ela vai saber
Ela vai saber
Ela vai saber
Ela sorrindo até mais

Entreterimento

Nova apresentação em capa, das obras do artista André Pupo, com a realização do Álbum “Sonoridade Stridameris”.

capaforytface05Álbum Sonoridade Stridameris: Na capa do álbum se vê em sua arte, um monte de areia sendo servido á uma boca aberta, pronta para saciar a azeitona e pequenas pimentas a disposição. Sim, é uma crítica á Gourmetização da Felicidade, ou dos alimentos, pós traumáticos da atualidade em consumo acelerado, me ofereço como mais um no cardápio, só que são acompanhadas pimentas de realismo, busca por profecia, e dramatização de situações criadas por nós mesmos.

Entreterimento

(16) Poesia da Semana

Quando você esta aqui
Sinto uma energia
Que me leva pra outro mundo
Não preciso de muito
Se você estiver aqui

Quanto tempo faz nem me lembro mais
A vida que deixei pra traz
Um novo dia nascer
Tanta coisa pra viver

Vem me buscar
A hora tanto faz
Na energia os sonhos que
Me faz lutar
As lembranças no ar que só você
Me traz

Quando você está aqui
Sinto a luz do dia
Restaurar a paz de novo
Não preciso dos outros
Se você estiver aqui

Me cobre com suas asas
Me ensina a voar
E me faz sentir
Me leva pra sua casa
Me ajuda a ganhar
O que perdi

Se você estiver aqui
Só espero por este dia
Até caminharmos juntos
Não preciso de muito
Quando você esta aqui
Quando você esta aqui

Entreterimento

(15) Poesia da Semana

O seu telhado é mais pesado do que o meu
Perdido na encruzilhada perdi meu caminho ao teu
Entre a vidraça da rua chuva fogos e trovões

Viu filmes de terror de paixão de castigo
Te pegaram sem abrigo sem ninguém pra te ajudar
Sempre distante olhando os horizontes
Entre a vidraça da rua chuva fogos e trovões

O seu telhado é mais pesado do que o meu
Perdido na encruzilhada perdi meu caminho ao teu
Sempre distante olhando os horizontes
Entre a vidraça da rua chuva fogos e trovões